Viviane Araújo participou do podcast ‘Grão de Gente’ e resolveu explicar os motivos da doação de um óvulo para engravidar do marido Guilherme Militão.

Este procedimento permitiu a Viviane conceber por fertilização in vitro com o óvulo de outra mulher.

“Na época do meu transplante, eu tinha 46 anos. Devido à minha idade e do meu histórico, eu tomei muitos hormônios, não tinha óvulos, estava na menopausa.

Tudo isso dificultou para mim, conceber normalmente. Depois procuramos uma clínica de fertilidade no Rio de Janeiro”, disse.

“O médico explicou-lhe o plano da mulher quando ela começou a ovular. O ovo não é mais saudável depois de alguns anos.

Aí ela falou em doar um óvulo, e eu disse: ‘Doutor, eu não ligo se meu óvulo tiver que ser doado’”, lembra a atriz, que está grávida de 5 meses.

“Fiz a primeira tentativa [na gravidez] em novembro [2021], mas sem sucesso. [Mas] em dezembro, Bruna, minha enfermeira, encontrou um companheiro para acompanhá-la.

Em 16 de dezembro, fizemos uma segunda tentativa e funcionou. Fiz o teste no dia 24 e descobri estar grávida. Foi ótimo! Eu a acordei imediatamente!” explicando.

Viviane recebeu um comentário negativo após se exibir como a rainha da bateria do Salgueiro no Carnaval.

As usuárias da rede não gostaram da gravidez dela e se colocaram em um lugar ‘ocupado’.

Fazendo tratamento hormonal para manter uma gravidez tardia, Viviane também aproveitou o espaço para criticar as críticas que recebeu por se expor nessa situação como rainha da bateria do Salgueiro, no último Carnaval.

“Toda gravidez é uma gravidez. No Carnaval, eu estava lá porque era meu hábito, minha rotina.

E eu recebi um comentário: ‘como você está, como você pula assim? Você está grávida, não pode!” Mas tudo depende da qualidade de vida que ele vive”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.