Com o Dia dos Namorados se aproximando, a vontade de surpreender a pessoa amada só cresce e pode surgir aquela dúvida: será que vale a pena dar um cachorro de presente nessa ocasião? A resposta é não.

Assim como dar um animal de Natal não é muito indicado, o mesmo vale para outras circunstâncias especiais, como Dia dos Namorados ou aniversário de alguém. Mas por que esse é um erro que pode – e deve – ser evitado? É muito simples: dar um cachorro de presente é algo que não pode ser feito sem um planejamento prévio e consentimento dos envolvidos.

Para entender melhor os motivos para não investir nesse tipo de surpresa, preparamos uma matéria especial sobre o assunto. Confira!

Cachorro de presente, surpresa ou não, precisa de planejamento
Muitos casais adoram compartilhar vídeos de bichinhos fofinhos uns com os outros, sejam cachorros ou gatos.

É por isso que quando uma data importante se aproxima, como o Dia dos Namorados, dar um cachorro de presente para quem você tanto ama parece ser uma boa ideia.

Mas nem sempre é assim. Por mais que a pessoa com quem você se relaciona seja um amante dos animais, é importante ter em mente que ter um bichinho de estimação é algo que precisa de muita responsabilidade e requer tempo, dedicação e dinheiro.

Não basta apenas ter, tem que cuidar e se responsabilizar pela vida daquele animal (que vai acompanhar o tutor durante longos anos).

Adotar um cachorro também requer uma série de gastos mensais com a saúde, higiene, alimentação e bem-estar do pet, então a pessoa precisa ter recursos financeiros para lidar com isso.

Esse tipo de planejamento é muito importante para garantir que o cãozinho seja bem tratado, não importa o que aconteça, e tenha acesso a tudo que ele precisa como uma boa ração de cachorro, brinquedos, banho e tosa, aplicação de vacinas, vermífugos, entre outros cuidados.

Antes de dar um cachorro de presente, converse com seu companheiroO presente para quem gosta de cachorro não necessariamente envolve adotar um animal sem planejamento

Se você não quer desistir da ideia de dar um cachorro de presente, surpresas devem ser evitadas. Como se trata da vida de um animal – e que, consequentemente, não pode ser facilmente descartada nem trocada como outros presentes -, é fundamental ter certeza de que a pessoa terá condições de oferecer tudo que o cão vai precisar.

Isso inclui ter tempo para brincar com o cachorro, dar carinho e atenção. Por isso, não deixe de conversar sobre a possibilidade com sua namorada ou namorado antes de tomar qualquer decisão (especialmente se ela/ele morar com outras pessoas).

Presente para quem gosta de cachorro não precisa ser um animal de estimação

Amar os doguinhos é inevitável! Basta passar algum tempinho perto de um deles que você vai perceber que não faltam motivos para adotar um cachorro, e esses animais podem trazer muita alegria para dentro de casa.

No entanto, essa é uma decisão que tem que partir da própria pessoa, e nunca deve ser “imposta” como se fosse um presente. Por isso, se você quer surpreender quem você ama com esta temática sem necessariamente dar um cachorro de presente, a dica é procurar acessórios e decorações de doguinhos para deixar seu companheiro ou sua companheira com o coração bem quentinho.

Pode ser uma capa de celular cheia de cachorrinhos, uma luminária de pet ou até mesmo uma camisa com uma estampa “canina”. O bom é que, se você conhece bem o gosto da pessoa, dificilmente vai errar e certamente vai deixá-la muito feliz com o presente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.