O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) casou-se com a socióloga Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, na noite de quarta-feira, em cerimônia no Morumbi, zona sul de São Paulo.

O evento, organizado para 150 pessoas, contou com a presença de 200 convidados.

Membros históricos do PT como José Dirceu e Eduardo Suplicy, além de seu coordenador de campanha, José Guimarães, não foram convidados.

A ideia do casal era chamar apenas aqueles que estavam mais próximos de sua saúde.

Parceiros históricos como Dilma Rousseff (PT), Fernando Haddad (PT), o vice-ministro Marcelo Freixo e o empresário Jacques Wagner (PT-BA) marcaram presença no evento em São Paulo.

Artistas que participaram da campanha de Lula também proporcionaram um bom ambiente, como a cantora Daniela Mercury, o humorista Paulo Vieira e o ex-BBB Gil do Vigor.

Chico Buarque e Carol Proner não vieram porque estavam fora do país.

O convite incluía uma mensagem para as pessoas ficarem longe de telefones celulares.

Antes do evento, o perfil oficial de Lula no Twitter publicou uma foto da noiva vestida para o casamento.

Os dois começaram um relacionamento no final de 2017, mas se tornaram públicos em 2019. Na época, um membro do PT estava detido na sede da Polícia Federal em Curitiba – Janja estava em patrulhamento em apoio ao ex-presidente.

A lua de mel do casal será em São Paulo, local não revelado. A agenda externa de Lula, que ainda está à frente da campanha, será retomada na próxima semana, quando ela visitar o Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O primeiro casamento do ex-presidente foi Maria Lourdes da Silva, que faleceu em 1971, dois anos após o reencontro, por hepatite; ela estava grávida de oito meses e o bebê não sobreviveu.

A segunda foi com Marisa Letícia Lula da Silva, que faleceu em 2017, após mais de 30 anos de casamento e três filhos com Lula (os dois tiveram um filho um com o outro em um relacionamento). Marisa morreu de derrame.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.