Karina Bacchi, que recentemente se separou de Amaury Nunes, se emocionou ao ser batizada em uma igreja evangélica em São Paulo neste domingo (29).

A apresentadora compartilhou registros do momento de fé em seu Instagram.

“Hoje, mais do que expressão da minha fé em palavras e atos, eu reafirmo minha decisão consciente de viver em comunhão com Deus, em um relacionamento profundo, crescente e eterno. Hoje através do batismo eu celebro minha filiação celestial e declaro todo meu amor, devoção e intenção perene de viver os planos de Deus em minha vida, cumprindo o seu chamado revestida de seu Santo Espírito, disposta a ser guiada, moldada, capacitada, purificada, consagrada e ungida para fazer o bem diariamente”, começou ela, que ainda celebrou poder se batizar no mesmo dia do seu pai, Italo Bacchi.

“Hoje meu coração celebra com alegria e emoção o batismo do meu pai terreno, pai amado, que também foi tocado por Jesus em sua totalidade e intensidade.

Que benção estarmos juntos nessa paizão! Hoje eu louvo mais uma vez a Deus por todos aqueles dispostos a prosseguirem crescendo em sabedoria que me ensinam mais e mais nessa jornada.

Agradeço ao céu e também a todos os que tem me fortalecido com ensinamentos e demonstrações reais de constância, zelo, amor e devoção.

Recentemente, Karina negou que o motivo do fim de seu casamento de 4 anos tenha sido a dedicação intensa à fé, negando rumores de que leria a Bíblia cerca de 10 horas por dia.

“Viver a vontade de Deus não está em quanto tempo lemos a Bíblia diariamente. Quem me dera! ter tempo para ler a bússola da vida 10 horas por dia.

Essa não é minha rotina, mesmo acordando antes do sol nascer para fazer meu devocional antes de acordar meu filho.

Arrumá-lo, dar café, levá-lo e buscá-lo na escola. Almoçar em família, gravar meus vídeos, administrar a casa, trabalhar fora”, explicou Karina.

“Ser cristã não é sobre o ‘tempo de Bíblia’ que dedicamos e sim o quanto a compreendemos e colocamos em prática em nosso cotidiano”, refletiu ela. “Não importa se você lê a Bíblia 10 minutos ou 10 horas por dia. Importa sim o quanto a vivência. 24 horas seria o ideal”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.