Entre a noite deste domingo (15) e a madrugada desta segunda-feira, espectadores de todo o Brasil poderão acompanhar o eclipse lunar pela primeira vez e até o final de 2022.

Isso significa que o Sol, a Terra e a Lua se alinharão e a Lua passará pela sombra da Terra. Esta condição pode ser vista em toda a América do Sul e Central e em partes da América do Norte, Europa e África.

Alessandra Abe Pacini, cientista da equipe de Física Espacial da Universidade do Colorado, explica que, a noite toda, veremos a Lua desaparecer e a sombra da Terra passar.

Quando o evento chegar completo (por volta de 1h11, horário de Brasília), e a sombra cobrir completamente o disco da lua, a Lua ficará vermelha, pois não terá um evento de luz solar direta em nosso satélite natural.

De acordo com a NASA, a agência espacial dos EUA, o nome técnico para isso é Rayleigh Scattering. A agência também afirma que se mais poeira ou nuvens estiverem na atmosfera durante o eclipse, a lua aparecerá vermelha.

Como detectar eclipses solares?
Nenhum recurso especial é necessário para assistir ao eclipse. Blood Moon será visível a olho nu. No entanto, usar um telescópio ou telescópio pode melhorar a visão e a intensidade da cor vermelha, explica a NASA. “O espaço escuro longe das luzes brilhantes cria condições de visualização favoráveis.”

fonte: https://g1.globo.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.