Conforme noticiado nesta quarta-feira (18/05), após quatro anos de casamento, o casamento de Karina Bacchi e Amaury Nunes acabou.

O fervor religioso do artista foi o principal motivo da demissão do casal.

Isso porque Karina havia se tornado muito religiosa e não era mais ativa em seu relacionamento com o marido.

Mesmo após a conversão de Amaury, a relação não encontrou o mesmo lugar para continuar, pois as visões se tornaram muito diferentes.

Mudar de igreja até se tornou um problema entre os dois. Embora Amaury preferisse permanecer batista, Karina decidiu frequentar uma congregação evangélica.

Amigos próximos contaram à nossa reportagem que ele perdeu amizades importantes, como a dama de honra e a cabeleireira, responsável por apresentar o casal, por não seguir a mesma religião que a dele.

Participar de eventos também foi um desafio para o artista, que era muito seletivo sobre seus destinos frequentes e avaliava cuidadosamente quem estaria presente.

As viagens noturnas foram reduzidas, com exceção daquela em que ele ia à igreja que agora frequenta, a Yah Church. Lá, Bacchi passa a maioria do tempo, duas a três vezes por semana, e geralmente chega ao seu local de residência pela manhã.

Com várias práticas restritivas, como ler a Bíblia diariamente por cerca de oito a dez horas por dia e ter apenas conversas sobre fé, seu casamento de quatro anos com esse empresário estava prestes a terminar.

Amigos insistem que o resultado é certo e que o casal se divorciou no mês passado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.