O Amazonas é um rio brasileiro dos Andes, o maior rio do mundo em volume e volume. No passado, devido a mal-entendidos técnicos, acreditava-se que o rio Nilo era o maior do mundo em termos de expansão, informações imprecisas, pois pesquisas recentes constataram que a Amazônia tem 6.868 km de extensão, a verdade mostra. grande em comprimento e volume.

O rio é nativo de países peruanos, especialmente do Nevado Mismi (Cordilheira dos Andes), no sul do país, a uma altitude de 5.500 pés [5.500 m]. No Peru, o rio é muito raso. Chegando ao Brasil, recebe o nome de Solimões, e se torna o Amazonas ao conhecer o Rio Negro. Nesse encontro, a água preta do Rio Negro não se mistura com a do Rio Solimões, límpida, incentivando assim algo muito positivo.

As vazões dos rios são extremamente planas, fator que leva a grandes volumes de água. Geralmente, em alguns lugares, o rio atinge quilômetros de distância. A grande característica do rio tende a percorrer quase toda a extensão do Amazonas, incluindo seus muitos afluentes.

Um evento espetacular envolvendo o rio Amazonas aconteceu em sua foz. Quando a água do mar sobe, em função do aumento das ondas, ela entra na foz do rio, causando trovoadas e barulhos altos, além de derrubar árvores nas ravinas. Essa condição é chamada de pororoca, que é uma grande onda formada pela combinação de água do mar e água do rio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.