Já sabemos que a convivência entre Bruno Gagliasso e o irmão, Thiago Gagliasso, está numa verdadeira corda bamba. Com diferenças políticas, os dois se afastaram e, numa participação no podcast “Quem Pode, Pod”, de Giovanna Ewbank e Fernanda Paes Leme, falou sobre o relacionamento dos dois, afirmando que a distância nada tem a ver com política.

“Não é por causa de eleição, isso é bom deixar claro. Não foi por causa de política, mas eu e minha mulher fomos expostos de uma forma que não queríamos ter sido”, começou.
“Aí ficou muito evidente nossa diferença. A gente tem pensamentos políticos completamente diferentes. Hoje em dia não existe mais a política não estar ligada à moral.

Hoje, pra mim, você apoiar esse bos.. é você não ter nenhum tipo de escrúpulo, é diferente. E por isso digo que não vejo, hoje, eu voltar a falar com meu irmão ou conviver. Prefiro ficar com esse sentimento dele com 7, 10, 15 anos de idade…

Vai contra tudo o que eu prego, o que eu sou, o que quero pros meus filhos. Não tem como, é inviável, então não me culpo por isso. Eu não tenho culpa, eu tenho dor. De não poder conviver com o filho dele, ter uma relação de respeito, de carinho.”

Além disso, Gagliasso afirmou amar muito o irmão, e que ele foi um presente que ganhou na infância.

“Nossa relação na infância era maravilhosa. A grande memória que tenho dele e o que quero carregar para o resto da vida é nossa infância. Sempre fomos muito ligados. Uma das memórias mais lindas que tenho foi quando fui morar na Argentina, que foi muito difícil para mim, mas ele passou um mês comigo lá e foi o melhor mês que tive lá. Quando me perguntam qual foi o dia mais feliz da minha vida, um deles foi, sem dúvida, o nascimento do meu irmão.”

REAPROXIMAÇÃO

Durante o bate papo, Bruno foi questionado sobre uma reaproximação e reconciliação com Thiago. O ator afirmou ter amor pelo irmão, mas não há mais admiração.

“Em algum momento talvez sim. Hoje não consigo enxergar. Porque admiração, respeito, afinidade, hoje não sinto por ele. Mas o que eu sinto é o amor de irmão, isso nunca vai apagar.

E a saudade de tudo o que a gente viveu. É mentira falar que não doi, mas a gente pensa muito diferente. Não é pensamento político, é como a gente enxerga a vida que é diferente. Tenho que respeitar e respeito. Minha mãe sofre muito, mas é a vida”.

ESNOBANDO MADONNA

Depois do assunto sério, bruno Gagliasso surpreendeu. Primeiro, ele teve que ir ao banheiro, pois achou que tinha feito cocô nas calças. Depois, retornou à entrevista e contou que, durante uma festa que aconteceu no Rio de janeiro, ele se encontrou com Madonna e acabou esnobando a Rainha do Pop.

“Madonna veio falar comigo. Eu tava numa festa, e ela veio falar comigo. Ela chegou em mim. É estranho falar isso, mas a Madonna chegou em mim mesmo. Logo em mim que não falo inglês. Eu olhei pra ela, já tinha tomado umas, e falei: ‘I’m fine’. Dei um fora na Madonna.”

AMIGOS INCRÉDULOS

“Pior que meus amigos não acreditavam. Aí quando ela veio na minha direção, todo mundo me olhou e eu fiquei: ‘Car…., é a Madonna, ela tá me dando mole mesmo’. Só que ninguém nem lembrou que eu não falava inglês, ficou todo mundo calado esperando a minha reação. Aí eu falei: ‘I’m fine”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.