Em tempos difíceis, a notícia da chegada de um bebê pode ser motivo de respiro e renovação de energias.

Ainda mais quando o nome de um jovem transmite a ideia de esperança, não é?

Porém, alguns preferidos dos pais e alguns bem inusitados no Brasil têm versões emblemáticas girando em torno da prosperidade, da vida, da luz…

Tendo selecionado termos de diferentes fontes, algumas definições podem ser repetidas – mas garantimos que cada pronúncia seja única e tenha seu próprio apelo!

1. Aurora

Na mitologia grega. Aurora era a deusa do alvorecer. Assim, todas as manhãs, ela anunciava a chegada do Sol, seu irmão, e o recolhimento da Lua, sua irmã.

Por isso, o termo latim é comumente associado àquela “que rompe o dia”. Nada mais simbólico, né?

O nome também faz referência ao fenômeno óptico da aurora boreal, quando o céu assume cores encantadoras em lugares de latitudes elevadas.

2. Saulo

De origem hebraica, o nome significa “aquele sendo conseguido por orações”.

No Novo Testamento, Saulo foi um dos apóstolos de Jesus Cristo.

O termo era geralmente atribuído aos filhos que haviam sido ansiosamente desejados ou que os pais acreditavam ser frutos de um milagre.

3. Helena

O termo grego “hélê” quer dizer “raio de Sol”, e por isso o nome costuma significar

“a resplandescente” ou “repleta de luz”. Nas lendas da Antiga Grécia, Helena era filha de Zeus e princesa de Esparta, e seu rapto deu origem à Guerra de Troia.

Por conta de suas características físicas, o nome também virou símbolo de beleza transcendental.

4. Zoe

“Vida”. Tem significado mais emblemático? O nome, bastante popular nos últimos tempos por ser escolhido pela apresentadora Sabrina Sato para a sua filha, vem do grego.

É encontrado no Brasil também como “Zoé”, e possui até data própria: em 5 de julho comemora-se o dia de Santa Zoe, uma mártir cristã.

5. Lucas

Lucas, Luca, Lucca… Independentemente da grafia, o nome deriva da mesma raiz, que quer dizer “luminoso” ou “aquele que traz luz”.

Há quem diga que Lucas é de origem grega, indicando ser natural da Lucânia.

Porém, a maioria concorda que seria um nome latino, conhecido por designar um dos apóstolos de Jesus Cristo, autor de um dos quatro evangelhos encontrados no Novo Testamento.

6. Florentina

A forma feminina do romano “Florentius”, que deriva do latim

“florens”, carrega consigo um significado muito delicado: “florescente”. Na mitologia romana, flora – uma de suas variações – era a deusa das flores e da primavera.

Todas essas podem ser metáforas para simbolizar renovação. Além disso, o nome possui até data especial, com o dia de Santa Florentina comemorado em 20 de junho

7. Tales

Com tradução parecida, Tales (ou Thales) simboliza a beleza do florescimento.

O nome advém do grego, cuja raiz “thálo” quer dizer “verdejante” ou “o que está florindo”, e obteve maior popularidade entre as décadas de 90 e 2000, período em que foi registrado em torno de 15.000 vezes.

8. Eva

Conforme a bíblia, Eva é o nome da primeira mulher existente, nascida da costela de Adão e mãe de todos os homens.

De origem hebraica, o termo quer dizer “a que dá vida” ou vida” ou “a que vive”.

Nos últimos anos, com a popularidade dos nomes curtinhos, este virou um dos prediletos pelos pais!

9. Renata

Se Eva simboliza o ato de “dar vida”, Renata traz consigo a conotação do renascimento.

Derivado do latim Renatus, o nome significa literalmente “renascer”, ou então “a que nasceu de novo”. Uma baita representação de esperança e de novos tempos!

10. Anahi

O nome tem origem tupi-guarani, e significa “bela flor-do-céu”. Segundo a lenda, Anahi era uma mulher indígena valente, que morreu queimada ao tentar defender sua tribo de conquistadores espanhóis.

E no lugar em que foi executada, nasceu uma árvore de flores vermelhas, simbolizando renascimento

11. Saori
Apesar de pouco registrado no Brasil, o nome possui um significado bastante simbólico: “árvore de cerejeira” – planta associada à renovação e à juventude.

Conforme a combinação dos kanjis – caracteres da escrita japonesa – o termo também pode ser associado a outras palavras, como “pintura”, “areia” e “flor”.

Outras fontes ainda o associam a “belo tecido”. De qualquer jeito, Saori é um prato cheio para os pais que gostam de nomes diferentes e marcantes.

12. Clarice

Este nome próprio deriva do latim “Claritia”, mesma raiz do nome Clara, sendo usado para designar “luminosidade” ou “brilho”.

No Brasil, sua fama se dá principalmente por conta de Clarice Lispector, símbolo da literatura nacional e autora de obras premiadíssimas.

13. Akira

Outro nome que traz a conotação de luminosidade é Akira. Ele vem do japonês e ganhou popularidade no país principalmente por referir-se a atributos como o brilho e o talento.

14. Akemi

Mais um de origem japonesa para a lista! Akemi significa “aquela que brilha lindamente” ou “bela aurora”, podendo ter variações de definição por conta da combinação dos elementos “mi”, que quer dizer “beleza”, e “ake”, que gira em torno de “luminosidade”.

Apesar de popular em países orientais, ainda não é tão frequente no Brasil – conforme o Censo de 2010, menos de mil pessoas tinham esse nome no país.

15. Uriel
Uriel surgiu a partir do hebraico “Uryyah”, que pode ser traduzido como “o Senhor é luz”.

É também o nome de um personagem bíblico citado no Antigo Testamento, que aparece na figura de um grande arcanjo.

16. Ayla
O nome vem ganhando cada vez mais popularidade entre as famílias.

Em 2019, inclusive, passou a ocupar o (43°) lugar no ranking dos mais escolhidos para meninas.

Sobre o significado,Ayla pode tanto ser originada da palavra hebraica que quer dizer “carvalho” quanto do turco, traduzida como “luz da lua”

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.