Quem nunca ouviu a frase “tenha 15 minutos de fama”? O tempo costuma ser um pouco mais longo, é verdade, mas é verdade que o brilho demora mais para uns do que para outros.

Afinal, quantas celebridades eram a figura mais simples de cinco telas, dez anos atrás, que não faziam manchetes por muito tempo?

Abaixo, separamos alguns casos de artistas e animadores que, por um motivo ou por outro, andam desaparecidos da telinha. Confira

Sergio Hondjakoff

Quem foi jovem na última década certamente vai se lembrar do intrincado Cabeção, que fez a cabeça dos torcedores do Malhação entre 2000 e 2005.

Dono do Ogromóvel e fiel escudeiro de Maumau (Cauã Reymond) e Dona Vilma (Bia Montez), o ator acabou sendo considerado o adolescente mais popular de sua carreira.

Depois de Malhação, Sergio foi para a novela com o papel de “Pé na Jaca” (2006) e passou para outra emissora para interpretar “Bela, a Feia” (2009), sua última novela.

Em 2014, ele voltou à TV como repórter, mas acabou sendo demitido meses depois de ser contratado.

Sergio mudou-se para os Estados Unidos no início deste ano, onde passou sete meses trabalhando como caixa de restaurante, e agora voltou ao Brasil em busca de novas oportunidades em sua carreira artística.

Gisele Frade

Ele tinha apenas 12 anos quando foi fotografado como um garoto nacional, interpretando a vilã Bia na primeira versão de Chiquititas, em 1997.

Quatro anos depois, estava prestes a fazer sua primeira novela com o papel de Drica se rebelando em Malhação.

Gisele deixou o programa juvenil em 2004 e não é mais vista na mídia desde então.

No entanto, sua vida privada continuou agitada: ela se casou e se separou duas vezes, tornou-se mãe de três lindas meninas e atualmente se dedica ao trabalho de DJ em São Paulo.

Sua última aparição pública aconteceu este ano no Teleton, quando se juntou a Fernanda Souza e outros ex-colegas da primeira lista de Chiquititas para comemorar 20 anos de novela.

Pitty Webo

A atriz ganhou fama ao interpretar Marcinha, a filha caçula de César (José Mayer) na novela Mulheres Apaixonadas, em 2003. Depois disso, porém, sua carreira na TV não começou.

Com forte aposta no teatro, Pitty fez poucas participações em programas como Casos em Acasos e A Diarista e desde 2009 desapareceu completamente do pequeno ecrã. Em 2013, ela deu à luz sua primeira filha, Lucy.

Júlia Feldens

Sucesso em novelas como Força de um Desejo (1999), Laços de Família (2001) e Coração de Estudante (2002), Júlia decidiu dar um tempo na carreira artística após estrelar no palco internacional Um Só Coração (2005), para se dedicar à família e aos estudos.

Em 2012, retomou a carreira teatral e revelou em entrevista que teve ao iG no ano passado que não tinha intenção de voltar à televisão. “Eu posso ver a TV perdendo força em algumas mídias”, disse ele.

Daniella Cicarelli

A ex-modelo e apresentadora  se tornou uma das celebridades mais populares dos anos 2000. Além de chamar a atenção para sua beleza e sua capacidade de usar a câmera, Daniella também foi alvo de grandes polêmicas, como o casamento relâmpago com a atriz Ronaldo e uma amiga próxima.

Um vídeo que se espalhou na internet, no qual ela foi vista com o namorado da época, o empresário Renato Manzoni Filho, em alto mar na Espanha.

Seu último comunicado de imprensa ocorreu em 2015, como um dos quadros Desafiantes de Caldeirão do Huck. Hoje, Daniella vive uma vida tranquila e confortável ao lado do atual namorado, Guilherme Menge, e da filha de quatro anos, Ana Beatriz, fruto do casamento com Frederico Schiliró.

Márcia Goldschmidt

Quando começou na telinha da saudosa Rede Mulher, como apresentadora do programa Happy End, Márcia provavelmente não imaginava que, alguns anos depois, se tornaria a rainha dos teletrabalhos da TV aberta.

Foi na estação do Morumbi que ele ficou por muito tempo, cerca de dez anos.

Em 2011, após a rescisão do contrato com a casa, mudou-se com a família para Portugal, onde vive desde então.

Karla Muga

O “pequeno mundo” também foi a culminação do memorável intérprete de Grampola, um belo ruivo que fez o papel de Emanuel (Selton Mello) na novela A Indomada (1997).

Ele, que depois da trama de Aguinaldo Silva apareceu em Meu Pé de Laranja Lima Tiro & Queda e também na temporada 2006 da Malhação, continuou sua carreira na Europa, onde recentemente participou da novela portuguesa.

A Única Era mulher e se destacou trabalhando como diretora de TV e coach de atuação.

Em entrevista ao jornal , Karla admitiu que, na época, teve dificuldade em encontrar um lugar na televisão brasileira por ser  ruiva. “Disseram-me que era difícil começar uma família ruiva. “Depois de Françoise Fourton,  nenhum outro personagem tem nossas qualidades”, disse ela.

Fábio Azevedo

O jovem ganhou destaque da noite para o dia quando ganhou o papel de Marcelo, o destruidor de corações da temporada 2000 de Malhação, e três anos depois estrelou com Ana Paula Tabalipa a novela Não te Esquecerei.

Fábio, que também fez uma participação especial em Floribella (Grupo, 2006) e no lançamento do programa Login (2010) na TV Cultura, tem focado sua atuação como dublador desde 2015. Ele até emprestou sua voz do elenco de filmes recentes, como Dr. Estranho, A Bela e a Fera e Thor: Nagarok – o mais recente em um cinema.

Jean Fercondini

Irmão do apresentador matinal do Como Sera mundialmente ?, Max Fercondini, Jean foi um dos primeiros a fazer seu primeiro programa de TV em Malhação, na famosa “Temporada Vagabanda” (2004). Dois anos depois, mudou-se para a  para produzir a novela Bicho do Mato.

Sua última aparição na telinha aconteceu em 2014, no episódio da série bíblica Milagres de Jesus. Desde então, pouco se sabe sobre o paradeiro do personagem.

Eduardo Tornaghi

O público após o ensaio do Viva vai se perguntar de onde veio o cantor e compositor de Dancin ‘Days (1978) e A Gata Comeu (1985).

Tornaghi deixou a televisão no final dos anos 1980, no auge de sua popularidade, devido ao idealismo – ele sentiu estar se transformando em um “produto lucrativo”, preso em uma “gaiola de ouro”.

“Glória é viciante, e eu sou viciada. Já tive problemas de retirada”, disse em 2015, em entrevista ao jornalista Daniel Castro.

Embora tenha afirmado repetidamente que não tem intenção de retornar à televisão, o ator de 65 anos parece ter mudado de ideia no final do ano passado, quando gravou sua aparição no drama internacional Rock Story (foto à direita).

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.